Nasce Monet

Oscar-Claude Monet nasceu em Paris, em 14 de novembro de 1840.

Seu pai, Claude - Auguste, tinha uma mercearia modesta e desejava que Claude continuasse no comércio da família, mas ele queria pintar. Foi a sua tia Marie-Jeanne Lecadre que o apoiou a seguir a carreira artística, pois ela também foi pintora.

Antes de se tornar um grande artista, Monet foi um adolescente indisciplinado, que fazia caricaturas dos professores em seu caderno. A irreverência de seus desenhos o fez ficar conhecido como caricaturista e, procurado por muitos para fazer tais retratos, passou a vendê-los por 20 vinte francos cada.


Em 1857, Monet foi para Paris estudar pintura, e foi aí que conheceu a sua primeira mulher, Camille Monet, a quem retratou muitas vezes, em quadros onde ela aparecia mais do que uma vez na mesma pintura.

Na primavera de 1874, Monet e alguns amigos decidiram fazer uma exibição de suas obras. Entre os expositores estavam Paul Cézanne, Edgar Degas, Renoir, Sisley e Camille Pissarro. O grupo ficou conhecido como "impressionistas", um termo aplicado ironicamente por um crítico que disse que as paisagens de Monet no quadro "Impressão: Nascer do Sol" lembravam mais um papel de parede. Embora a exposição tenha atraído atenção, nenhum dos quadros foi vendido. Após 1886, Monet começou a viver seu primeiro sucesso financeiro, resultado do crescente mercado para suas obras nos Estados Unidos.

Legenda da imagem

Em 1899, Monet pintou em Giverny a famosas série de quadros chamadas "Nenúfares". Em sua propriedade em Giverny, Monet tinha um lago e uma pequena ponte japonesa que inspirou a série de nenúfares. Estas obras quando foram expostas fizeram grande sucesso. Era o reconhecimento tardio de um gênio da pintura.

Monet ao pintar Nenúfares se baseou no lago e a ponte japonesa de sua própria casa, no outono, porque era nessa época do ano em que as flores caiam sobre o lago criando uma linda visão na qual Monet resolveu pintar. A técnica de Monet para pintar quadros era bastante peculiar para as pessoas e outros artistas que o viam pintando, mas sua técnica foi considerada mais tarde como umas das mais belas do mundo, que é o impressionismo, que aparenta ser de perto apenas borrões mas ao distanciar a visão, o quadro se forma nitidamente.

Legenda da imagem

Monet teve uma catarata no fim da sua vida. A doença o atacou por causa das muitas horas com seus olhos expostos ao sol, pois gostava de pintar ao ar livre em diferentes horários do dia e em várias épocas do ano, o que foi outra característica do Impressionismo. Durante sua doença Monet não parou de pintar, - usou nessa época de sua vida cores mais fortes como o vermelho-carne e vermelho goiaba, cor tijolo, entre outros verdes, rosas, vermelhos e cores mais fortes.

Em 1911, com o falecimento de Alice (sua última esposa) e seu problema de visão, Monet perdeu um pouco a vontade de viver e pintar. Sua vontade só seria animada com a amizade de Georges Clémenceau, que lhe escrevia cartas de apoio.

Monet morreu em 1926 e está enterrado no cemitério da igreja de Giverny, departamento de Eure, na Alta Normandia, norte de França.

14/11/1840

Comentários