Morre o médico e futebolista brasileiro - Sócrates

Faleceu no dia 4 de dezembro de 2011 o jogador de futebol e médico – Sócrates.

Sócrates, também chamado de Dr. Sócrates, Doutor ou Magrão, nasceu em Belém do Pará em 19 de fevereiro de 1954. Foi um dos maiores jogadores do futebol brasileiro, seu talento é reconhecido no Brasil e no exterior. Fez história no Botafogo de Ribeirão Preto, Corinthians, onde estreou em 1978 e também na seleção brasileira, onde atuou como capitão (feito também alcançado por Raí, outro famoso jogador de futebol que era seu irmão).

Na seleção estreou em 1979 num jogo amistoso contra o Paraguai. Foi um dos destaques da copa do mundo de 1982. Naquela ocasião, o time treinado por Telê Santana era o favorito a levar o título, mas depois de uma boa campanha na primeira fase (vencendo URSS, Escócia e Nova Zelândia), acabou sendo eliminada pela Itália na fase eliminatória. Sócrates marcou dois gols nesta copa, contra URSS e Itália.

No Corinthians fez dupla de ataque com seu ex - companheiro de Botafogo, Geraldão, mas fez mais sucesso no ataque jogando com Palhinha e Casagrande. O Doutor foi um dos líderes do movimento “Democracia Corintiana”, que se tratava de um processo de auto gestão do clube, onde decisões que influenciavam dentro e fora do campo eram votadas. Esta situação no clube se contrastava com a situação do país que vivia um contexto ditatorial.

Aos 16 anos de idade, quando vivia com sua família em Ribeirão Preto, Sócrates já jogava futebol não profissionalmente, aos 17 anos iniciou o curso de medicina na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP. Sócrates chegou a achar que não jogaria mais futebol, quando em 1977, jogando pelo Botafogo de Ribeirão Preto, o técnico Jorge Vieira (recém- contratado) anunciou que “jogadores que não treinassem, não jogariam”, mas com o tempo o técnico se rendeu ao talento de Sócrates. Na época a torcida e imprensa inclusive pediam sua convocação para a seleção, o que não chegou a acontecer enquanto ele jogava pelo botafogo.

Sócrates chegou a jogar rapidamente na Itália, pelo Fiorentina, mas retornou ao Brasil onde ainda jogou pelo Flamengo, Santos e novamente pelo Botafogo de Ribeirão Preto onde encerrou sua carreira.

Além de médico e jogador, Magrão também foi técnico de futebol, comentarista esportivo, produtor teatral, ator, músico e escritor. Esporadicamente Sócrates era questionado quanto a problemas que “supostamente” tinha com o consumo excessivo de álcool.

Após ser internado duas vezes no ano de 2011, foi admitido o problema com álcool. Sócrates, que já estava com saúde bem debilitada, teve sua morte declarada em 4 de dezembro de 2011 devido a falência múltipla dos órgãos. Sócrates tinha 57 anos. 4/12/2011

Comentários