Instaurado o Estado Novo

No dia 10 de Novembro de 1937 foi instaurada a terceira República Brasileira ou Estado Novo que é o nome do regime político brasileiro fundado por Getúlio Vargas em 10 de novembro de 1937, que durou até 29 de outubro de 1945, e é caracterizado pela centralização do poder, nacionalismo, anticomunismo e por seu autoritarismo.

A nova Carta incluía vários dispositivos semelhantes aos encontrados em constituições de regimes autoritários vigentes na Europa, como as de Portugal, Espanha e Itália.

Para os construtores desse novo Estado, era preciso deixar para trás aquilo que seria o causador de todos os males da nação - o liberalismo. Para eles, a decretação do Estado Novo era o complemento da Revolução de 1930, cujos ideais estavam sendo traiçoeiramente atingidos pela Constituição liberal de 1934. A crise da liberal-democracia exigia uma solução que somente um poder forte, autoritário, estaria em condições de oferecer. O intervencionismo estatal iniciado em 1930, ainda que de forma não ostensiva, seria intensificado e se tornaria a marca dos novos tempos.


Nesta época foi iniciada a campanha de nacionalização para integrar os imigrantes e sua cultura à realidade nacional, diminuindo sua influência e buscando sua integração à população brasileira. Nesse período, foi proibido o ensino em língua estrangeira, muito comum em locais de colonização alemã, e até o nome do clube de futebol Palestra Itália teve de ser substituído por Palmeiras ou Cruzeiro.

Entre 1937 e 1945, duração do Estado Novo, Getúlio Vargas deu continuidade à reestruturação do estado e profissionalização do serviço público.

Em 1944, surge a Fundação Getúlio Vargas com o objetivo inicial de preparar pessoal qualificado para a administração pública e privada brasileira. Foi criada uma nova moeda nacional, o cruzeiro, idealizado quando Getúlio fora ministro da Fazenda.

Em 1943, foi feita uma reforma ortográfica, simplificando a grafia da língua portuguesa.
Decretou o Código Penal e o código de processo penal brasileiro e a Consolidação das leis do Trabalho (CLT), todos até hoje em vigor. Getúlio Vargas criou a carteira de trabalho, a Justiça do Trabalho, o salário mínimo a estabilidade do emprego depois de dez anos de serviço (revogada em 1966), substituída pelo FGTS, e o descanso semanal remunerado.
Criaram-se então os territórios federais do Amapá, do Rio Branco, hoje Roraima, do Guaporé, hoje Rôndonia, de Ponta Porã e do Iguaçu. Estes dois últimos não prosperaram, sendo reintegrados aos estados de origem (respectivamente, Mato Grosso e Mato Grosso do sul e Paraná).

10/11/1937`

Comentários